ACHO QUE VI UM GATINHO....




ACHO QUE VI UM GATINHO....

Na madrugada de 31/03/2017, em Piracicaba/SP, rondou loteamento da cidade, um felino lindo de nossa fauna silvestre. Rapidamente nós humanos, nos acautelamos. Pensamos em segurança. Em nos proteger diante de um ser nativo.

Filho de Gaia. A Gaia invadida. A Gaia da qual nos apropriamos. E, nos vemos no direito de dominá-la. Pobre ser racional. Crê que tudo domine, que possa algo ser feito sem consequência imediata. A natureza, bela e sábia, responde.

Não. Não sei o nome da suçuarana, onça-parda, ou puma, chamem-na do que quiser. Só sei que se ela veio na portaria do condomínio, talvez esteja pedindo ajuda. Nos acordando que não quer atormentar quer somente CONVIVER. 

Urge que saibamos que o espaço físico nós tomamos deles. Animais antigos moradores. A ganância nossa não pode justificar a morte de outras espécies. Harmonia. Amor.

Reflexão. Que a menina amiga, que foi noticia hoje nas rodas de conversa da cidade, receba nosso amparo. É crível que esteja procurando alimento. Que tenha filhos para alimentar. Não sabemos.
Há palmípedes naquele lago defronte ao local onde foi vista. 

Que se procure capturá-la, respeitando-a. Não violência. Se queremos ser sapientes, pratiquemos a não violência.

Eu vi um gatinho...acho...que seja minha amiga. Felina. Desculpe por invadir tua casa. Quem sabe possamos nós achar um local melhor para você. Penso. Rezo por isso.

Foto de Cristian Camargo. 24/10/2011. Coletada na rede mundial de computadores.

Comentários

  1. Exatamente, Rosa, o habitat era dela e os humanos invadiram. Agora, querem retirá-la de lá, como se ela fosse a intrusa e não eles! Lembra do jacaré da rotatória? Tiraram de lá e nunca mais soubemos o que ocorreu com ela...Era uma fêmea da espécie

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Abandono animal ou social?